qui. fev 29th, 2024
Tiago Mocotó faz um show eclético, cantando Tim Maia, Caetano, Gil, Chico Buarque Rita Lee, Jota Quest, Jorge Bem, Tribalistas, Martinho da Vila, Stevie Wonder, Farrel Whillians, James Tailor, Bob Marley, Cassia Eller, O Rappa, Victor Kley, Melin além de composições próprias. Com: Alê de Moraes (guitarra), Guizão (baixo) e André Drummond (bateria)
Você vai dançar… A frase tem sido dita em tom de alerta, ou de ameaça. Mas este é UM CONVITE. Você vai dançar mesmo, com alegria e animação, no quiosque mais charmoso da Lagoa.
Mocotó traz sua voz única e sua percussão singular em releituras dançantes de grandes clássicos da MPB, com base no soul, no funk e no hip hop. No groove do batidão e dos loops eletrônicos, o som rola com muito ritmo no Baile do Mocotó!!!
Os improvisos rimados, marca de seu trabalho com o irmão e parceiro Gabriel o Pensador, são destaque no show, que conta com o auxilio luxuoso de músicos sensacionais e convidados VIPs
.
Dia 7/06 , a partir das 20h e até… a madrugada chegar.
Tiago Mocotó
É compositor e cantor. Atua como vocalista e percussionista na banda do irmão, Gabriel o Pensador, parceiro em várias composições. Já se apresentou com grandes nomes da música nacional como Martinho da Vila, Moreira da Silva (Kid Morengueira), Sandra de Sá, Gerson King Combo, Luisa Possi, Dj Patife, entre outros. Tem composições gravadas por Xuxa, Mart’nalia, As Frenéticas, Conexão Japeri, etc.
Descontração, improviso, alegria e irreverência são suas marcas registradas. Uma figuraça que sempre encontra espaço para rimar sobre a plateia, em um show impagável, com total integração com o público.
O Quiosque Lagoa Roots, na beira da Lagoa Rodrigo de Feitas, no Parque dos Patins, concentra gente bonita em um ambiente de muito charme, oferecendo os melhores drinks e petiscos. É só relaxar, curtir e dançar. O Baile do Mocotó é festa pra você!
“Tiago Mocotó é sinônimo de sorriso, pureza no coração, amizade e abraços, confraternização, paixão e entrega total ao prazer da música. Não importa se ele está em uma garagem ou em um navio, show aberto para milhares de pessoas, festa eletrônica ou barzinho de favela, onde começou a cantar em uma roda que trocava apresentações por cerveja com cadinho de mocotó. Como era muito novo, a dona do bar, para ele, só entregava o caldinho… fazendo surgir o apelido.”
Gabriel o Pensador