ter. maio 21st, 2024
O evento trouxe esperança para mais de 400 pessoas direta e indiretamente com ações de literatura, cinema, artes plásticas e circense, levando alegria e entretenimento a pessoas de situação vulnerável
O Literatura Cura é um projeto contínuo e sempre gratuito desenvolvido pelo Instituto Chamaeleon com auxílio de profissionais da saúde e da cultura para curar traumas de crianças, adolescentes e mulheres por meio dos livros, da literatura, das histórias com a finalidade de resgatar sonhos esquecidos. Com apoio do projeto, ajudamos a montar uma pequena biblioteca na Cidade Estrutural, periferia do Distrito Federal, com livros oriundos de doação. Além disso, houve também entrega de muitas cestas básicas para famílias participantes do projeto.
Diversos artistas se sensibilizaram à causa do projeto. Rebeca Torquato, Kekeu Aragão, Ana Maria Freitas Coelho, Andrey do Amaral, Tatiana Campos, Zé Maurício, Marcelo Kbça, Antonio Leitão e Cristina Moysés (estes três últimos são artistas com deficiência), por meio das artes, proporcionaram acolhimento, esperança e uma propositura de um mundo melhor. Fizemos contação de histórias, leitura dramática, bate-papo literário, mediação de leitura, biblioterapia, entre outras atividades. O Literatura Cura trouxe impacto social e integrou a comunidade a propostas de cultura, sensibilizando novos públicos em ações intergeracionais.
Todas as apresentações artísticas tiveram acessibilidade com audiodescrição e intérprete de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), além de espaço destinado exclusivamente para cadeirantes e outras deficiências.
Além das apresentações artísticas, entregamos um curso de 12 horas-aulas sobre empreendedorismo cultural, na área de livro, leitura e oralidade, criado e desenvolvido por Thamirys Cavassani e Gláucia Amantéa. O ‘Era uma vez empreendedora’ já está disponível no canal do Instituto Chamaeleon.
 De acordo com Andrey do Amaral, diretor-presidente do instituto, o Literatura Cura tem como missão levar esperança para pessoas de periferia por meio da cultura. “Por meio de palestras, cursos e livros a gente procura minimizar o sofrimento dessas pessoas, dando apoio emocional com amizade e orientação. A descoberta do mundo da leitura tem ajudado jovens e adultos a superar uma dor profunda e calada. Trabalhamos também com doação de alimentos para suprir a necessidade imediata, mas o foco é um conteúdo que fica na mente e no coração”, destaca Andrey.
O Projeto, realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF, têm usado oficinas de leitura, narração de histórias e produção de textos no atendimento gratuito a crianças e adolescentes no propósito de resgatar sonhos interrompidos e o otimismo com o futuro. Esse é um projeto que pode facilmente ser replicado em qualquer lugar do país. Basta ter esperança.
Serviço: 
Literatura Cura – Acolhimento, Cidadania e Dignidade por meio de debates, contação de histórias, cursos, apresentações artísticas, biblioterapia