qua. jun 19th, 2024

Representante do estado de Rondônia no concurso Musa do Brasil 2017, a modelo Kell Rosan mostrou como faz pra manter a boa forma no auge dos seus quase 40 anos. A beldade, que se intitula a “tia” na competição, deixou bem claro que entrou no concurso para levar a faixa.

“Nunca fui ‘rata’ de academia, mas também nunca fui relaxada. A idade trouxe uma vontade ainda maior de me sentir plena, gostosa e desejada. Encontrei o equilíbrio chegando perto dos quarenta e isso não é peso, é prazer… as menininhas babam no corpo da tia”, disparou a modelo aos risos.

Kell é a única negra nesta edição do concurso e também a mais velha das musas, mas isso não a assusta. Ao contrário, a representante do estado de Rondônia vai brigar muito pelo título e falou ainda sobre a alegria que sentiu ao ver a coroação da Miss Brasil 2017, Monalysa Alcântara, que é a terceira negra a ser reconhecida como a mulher mais bonita do país em 61 anos de concurso.

“Orgulho de ser a única negra no concurso, de ser a mais velha das meninas e a mais gostosa, claro”, disse bem humorada. “Eu vou levar essa faixa e vou honrar com a responsabilidade de ser a nova Musa do Brasil, Rondônia vai parar. E as novinhas vão chorar. A nossa Miss Brasil 2017 é uma mulher negra, linda e elegante, que muito me emocionou quando recebeu a coroa. Fiquei sonhando acordada com a minha faixa de Musa do Brasil. Já pensou, duas mulheres negras sendo eleitas as mulheres mais bonitas do país?”.

By

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *